Álbum "Em tudo que é Belo" - 1996

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Álbum "Em tudo que é Belo" - 1996

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:37 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

• 1. EU SÓ QUERO DANÇAR
• 2. EM TUDO O QUE É BELO
• 3. TUDO ILUSÃO
• 4. LONGE
• 5. FÁCIL DE ENTENDER
• 6. INFINITO AMOR
• 7. ORAÇÃO YOSHUA
• 8. RAIOS DA MANHÃ
• 9. MÃO DO DESTINO
• 10. OLHA E NÃO ME OLHA
• 11. HIMALAIA
• 12. FENÔMENOS DA NATUREZA
• 13. EM TUDO QUE É BELO


Última edição por Admin em Sab Out 22, 2011 2:20 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Eu só quero dançar

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:39 pm

Eu Só Quero Dançar
Jorge Vercillo

Quanto mais eu cresço não sei nada
O mundo é uma dúvida só
Meus valores já não valem nada
Das verdades que zuni
Só restou você
Ontem à noite em meu "apê".
Se virá o amor?
Querozene, quero zona,
Tem que ser demais da conta!
Eu só quero dançar
E que você me tenha
Sempre que quiser
Eu só quero dançar
E descobrir a senha
De viver feliz.
Quem não faz do amor a sua espada
Tem de escudo o coração
Freud explica e eu não entendo nada
Metafísica paixão
Vai além de nós
Raio laser é museu
Quem dirá se é bom?
Tem que ser você e eu
Corpo e ritmo em sintonia.
Eu só quero dançar
E que você me tenha
Sempre que quiser
Eu só quero dançar
E descobrir a senha
De viver feliz.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tudo Ilusão

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:40 pm

Tudo Ilusão
Altay Veloso/ Jorge Vercillo

Aquela noite jamais existiu pra mim
Eu sonhei
Era ilusão e nada mais
Só ilusão, mentira
Só ilusão, feitiço.
No outro dia, eu sei, nem tem porquê
Flores nem bombom
O teu cheiro no meu corpo
No bolso o teu cartão
E as estrelas lá no céu...
Tudo, tudo ilusão, mentira
Tudo, tudo ilusão, feitiço
Tudo, tudo ilusão, magia
Até as manchas de um rubro batom.
Só sei que nunca dormi tão feliz assim
Bem que eu vi
Era ilusão e nada mais
Só ilusão, mentira
Só ilusão, feitiço
Bom demais pra ser verdade
Mas foi tão real.
Os vestígios que ficaram,
Imaginação
E o champagne que restou...
Tudo, tudo ilusão, mentira
Tudo, tudo ilusão, feitiço
Tudo, tudo ilusão, magia
Até as manchas de um rubro batom.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Longe

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:41 pm

Longe
Jorge Vercillo

A solidão povoada de copacabana
É blade runner
A poesia de uma lágrima na escuridão
É dick farney
Ontem lá
Em algum lugar
Imaginei nós dois
Uma noite sem par
E o que vem depois.
Teu amor deixou no ar
Um bem-me-quer sem fim
Por mais longe que eu vá
Sei que estás em mim.

Hum!
Só queria uma segunda vez
Pra te amar.
Hum!
Mas aggora nada que eu disser
Vai mudar
Nada que eu disser agora vai mudar

Vazios são os domingos
E eu me escondo no meu mundo
Procuro os meus amigos
E não te esqueço um só segundo
Às vezes desespero
E acordo com teu nome
Às vezes durmo perto ao telefone.

Hum!
Só queria uma segunda vez
Pra te amar...
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fácil de Entender

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:43 pm

Fácil de Entender
Jorge Vercillo

Eu não sou mais o mesmo sem você
Mas não é tudo que tenho a falar
Eu apenas queria me esconder
Hoje sei que ferir foi calar.
As pessoas tem medo de se abrir
E acabarem se machucando.
Eu levei tanto tempo pra falar
Mas agora estou tentando.
É fácil de entender
Difícil de explicar,
Mas tenho que dizer
Te amo
Eu te amo a cada respirar,
Cada dia, cada segundo
Eu te amo na noite de luar
Meu amor quer gritar ao mundo
Como um canto que cobre o amanhecer,
Um encanto que atinge tudo,
Um vulcão esquecido por você
E escondido lá no fundo de mim
É fácil de entender
Difícil de explicar,
Mas tenho que dizer
Te amo
Eu quase não saio, eu quase não fico,
Não dá pra entender
Eu quase não caio no sonho de Icaro,
Eu quase não brigo, eu quase não erro.
Não dá pra entender
Eu quase não vivo o Abra-te Sésamo
É fácil de entender
Difícil de explicar,
Mas tenho que dizer
Te amo
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Infinito Amor

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:44 pm

Infinito Amor
Jorge Vercillo/ Jota Maranhão

Desde que te vi
Tô cego de paixão
Nunca mais pensei em mim, pirei
Quando a luz do teu olhar
Cruzou o meu olhar
Vi que ali estava a minha outra parte
Quis me aproximar
Daquele coração
Que eu nunca vi mas sempre amei
Se a vida tem um fim
O amor não é assim
Faz de cada vida uma outra parte do infinito amor
Tanto tempo esperando o infinito amor
Nossas almas, estrelas de eterno ardor, coração
Que só quer ser feliz, seja onde for
Breve coração
Tens um eterno amor
Que me inunda a alma de emoção
Ao saber que em algum lugar.
Outros tempos, outro mar,
Nossos olhos se cruzavam como hoje no infinito amor
Tanto tempo esperando o infinito amor
Nossas almas, estrelas de eterno ardor, coração
Que só quer ser feliz, seja onde for
Sem me falar li no seu olhar
Você sempre esteve em mim, hoje eu sei
Por uma razão maior a vida nos juntou
Para sempre unidos no infinito amor
Tantas vidas seguindo o infinito amor


Última edição por Admin em Seg Out 10, 2011 6:50 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Oração Yoshua

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:47 pm

Oração Yoshua
Jorge Vercillo/ Paulo César Feital

Óh, mãe! Óh, mãe!
Tomai conta do planeta
perdoai, perdoai
por nossa descrença
Erguei, erguei
Vosso manto sobre a Terra
e o sol se põe
é noite na guerra
Trégua entre os homens que vão morrer
Trégua entre os homens que vão matar
arde a fogueira que rompe as trevas
pra dança das moças de Bagdá
Dormem por entre as ruínas
sem nem saber se vão acordar
chora escondido o menino
que ainda espera o seu pai voltar
Yoshua, Yoshua
Avatar das esperanças
perdoai, perdoai
nossa intolerância
Calai, calai
o silêncio das crianças
que órfãs
nas ruas
ensurdecem a Terra
Trégua entre os mortos que hão de viver
Calma entre os anjos que hão de voltar
pra nova era romper as trevas
no ventre das fadas de Shangrilá
Jorrai o pranto nas pedras
lavai as trilhas de Canaã
sei que a intenção do profeta
é a iluminação
do próprio Satã


Última edição por Admin em Seg Out 10, 2011 6:49 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Raios Da Manhã

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:48 pm

Raios Da Manhã
Jorge Vercillo

Ah! solidão
Muralhas que a distância ergueu
São pontes que a esperança constrói
Nos raios da manhã
Quanta ilusão
Saudade tem limite, eu pensei
E quando creio que ela acabou
Me leva mais além
Teu amor
É clarão no breu
Eu me sento nas estrelas
E bebo do graal
Um simples mortal
Provando os licores do céu
Meu amor
Eu só sei calar
Quando a voz da tua pele
Me pede assim:
- Navega em mim,
Que eu sinto os prazeres do mar.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mão do Destino

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:51 pm

Mão do Destino
Jorge Vercillo

Vive em algum lugar
A pessoa mais linda
Que o mundo já revelou pra mim,
Ah, se vive, sei que vive...
Livre por aí
Seu olhar ilumina
E libertará meu desejo de amar,
Serei livre, eu serei livre...
E de fato era dessa forma que eu imaginava,
Ela andava livre pelas ruas,
E por ela a própria luz se iluminava.
Lembra um filme ou um livro que já li,
Frase que ouvi: sempre te amei, nunca te vi,
Sempre te amei, nunca te vi.
E eu sabia que ela também já me procurava...
Acho que vou tentar
Mais uma vez me aventurar,
Por tudo que o amor me dá,
Tantos motivos pra sonhar.
É brilho de estrela,
Eu não sei porque,
Mas seus olhos me trazem o mar.
É mão do destino,
Eu não sei porque,
Mas seus olhos me trazem o céu.
É brilho de estrela,
Eu não sei porque,
Mas seus olhos me trazem a paz.
É mão do destino,
Eu não sei porque,
Mas seus olhos me trazem mel.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Olha E Não Me Olha

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:52 pm

Olha E Não Me Olha
Jorge Vercillo

Por acaso o acaso fez
Sua armadilha pra gente se encontrar
Pra quebrar essa timidez
Qual de nós vai se aventurar
Se você abre um sorriso,
Eu sei o que se passa aí dentro em seu coração
São desejos e dúvidas
Nesse jogo de sedução
Finge que olha e não me olha
Finge que olha e não me olha nunca
Finge e nunca que me olha
Finge que beija e não me beija
Finge que beija e não me beija nunca
Finge e nunca que me beija
Eu só queria te ver
Eu só queria te olhar
Eu só queria me aproximar
Eu tô a fim de você
E você também está
Está a um passo de se entregar
Eu sei, querer é poder
Mas tenho medo de errar
A hora certa de te tocar
Eu quero te conhecer
Eu quero te abraçar
Estou a um passo de me entregar
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Himalaia

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:53 pm

Himalaia
Jorge Vercillo/ Paulo César Feital

O mundo inteiro está guardado em mim
De Sarajevo aos templos de Pequim
Não tenha medo de amar e ser feliz,
É o segredo divino do aprendiz
Quero andar nas ruas que há em mim,
Conhecer esquinas do coração,
Desabar nos próprios botequins
Nos subúrbios da iluminação
Na leveza do ser a beleza é voar
o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
o Himalaia inteiro
Alquimia é reter as montanhas no olhar,
o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
o Himalaia inteiro
O mundo inteiro está mudado em mim
Desde Soweto aos muros de Berlim
Não tenha medo mudar é ser feliz,
É a terceira visão de um aprendiz
Sou um rio das mágoas que há em mim,
Cachoeira que desaba no mar,
Oceano das vidas que vivi
E de outras que virei navegar
Na leveza do ser a beleza é voar
o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
o Himalaia inteiro
Alquimia é reter as montanhas no olhar,
o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
o Himalaia inteiro
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fenômenos da Natureza

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:54 pm

Fenômenos da Natureza
Jorge Vercillo

A nascente de um sentimento
não escolhe lugar nem momento
pra surgir e suas águas claras fluir
como um rio que nasce no fundo de mim.
Tua voz me tomando por dentro
é a vazante do meu sofrimento
e a retina não desagua mais por sofrer
se a enchente do meu pensamento é você
na regência das luas em mim
teu amor correnteza sem fim
são fênomenos da natureza agindo em nós.
Teu cabelo perfumando o vento
primavera bem antes do tempo
tua pele de fruta tem cheiro de flor
e eu que ontem vivia os invernos do amor
hoje colho um outono de paz
amanhã um verão de calor
são fenômenos da natureza em nós.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Tudo Que É Belo

Mensagem  Admin em Seg Out 10, 2011 6:55 pm

Em Tudo Que É Belo
Jorge Vercillo

Eu ainda acredito
Num futuro mais bonito,
Que o novo é bem-vindo
E o amor é infinito.
Eu ainda acredito
Que nem tudo está perdido,
Que o sorriso é sagrado
E aqui é o paraíso
E que tudo estava errado
Sobre o dia do juízo.
Eu ainda acredito
No carinho invés do grito,
Na doçura dos meninos
Que no fundo todos somos.
Eu ainda acredito
Nos heróis adormecidos,
Nessa força que revolta
E nos faz ficar erguidos
Cada vez que nos sentimos
Derrotados e punidos.
Eu ainda acredito
Que depois da tempestade
Vem sempre a calmaria
E consigo a liberdade.
Eu ainda acredito
Em objetos luminosos,
Que há vida no universo,
Outras luas, outros povos,
Eu ainda acredito.
Eu ainda acredito
Nas florestas e nos índios,
Na bravura das leoas,
Na alegria dos golfinhos.
Eu ainda acredito
No galope do unicórnio,
Acredito em gnomos
E no vôo dos tucanos
E no canto das baleias
Alegrando os oceanos.
Eu ainda acredito
Na justiça lá de cima,
Na verdade e na vida
Como o som de uma rima.
E em tudo que é belo
E em tudo que é nobre
Como as cores do arco-íris
Quando a chuva se descobre
E agradece iluminada
Pelo sol de ouro e cobre.
Sei, talvez eu seja visto
Como ingênuo ou demagogo,
Inocente ou pervertido.
Um hipócrita, um louco.
No entanto eu insisto
Nesta chama que consome,
Eu ainda acredito
Porque sofro com a fome,
Porque ainda sou um homem.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 523
Data de inscrição : 09/10/2011

Ver perfil do usuário http://jorgevercillo.ativoforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Álbum "Em tudo que é Belo" - 1996

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum